Tel.: (11) 2936-5446

Rua da Mooca, 3177

Produtos

Aromaterapia

Antroposofia

Cosméticos

Ervas Medicinais

Essenciais Florais

Fitoterapia

Homeopatia

Manipulação

Produtos Naturais

Óleos Essenciais

Oligoelementos

Medicina Ortomolecular

Manipulação



Manual do Consumidor de Farmácia de Manipulação
Prezado Cliente: Aqui você encontra informações gerais sobre o uso correto dos medicamentos manipulados, precauções e advertências. Procuramos esclarecer as dúvidas mais comuns. Para quaisquer outras informações contate nossa farmacêutica.
Nossos profissionais estão à sua disposição para assessorá-lo em tudo que for preciso. Temos como objetivo alcançar sua plena satisfação e não pouparemos esforços para que isso aconteça.

1) Recomendações que irão favorecer o seu tratamento e garantir a sua saúde
Na Oligofarma todos os medicamentos são elaborados sob manipulação criteriosa e supervisão constante de farmacêuticas especializadas, proporcionando ao cliente, além de rapidez e segurança, um produto de total qualidade e confiabilidade.
2) Informações sobre o uso correto dos medicamentos manipulados
1- Seu medicamento é uso pessoal e intransferível e deve estar lacrado no momento da retirada. Certifique-se que o seu nome e do profissional que o consultou constam no rótulo, onde também devem constar as datas de manipulação e prazo de validade, o número do registro no livro de receitas da farmácia, a fórmula do medicamento solicitado e o modo de usar.
2- Mantenha o medicamento na embalagem original, bem fechada, em local seco e fresco, longe da umidade, ao abrigo da luz solar direta e do calor. Em caso de alteração de cor, odor, consistência ou sabor, procure seu farmacêutico para esclarecimentos.

3- Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance de crianças e animais.

4- Manuseie os produtos com as mãos limpas e secas. Em se tratando de cremes, pomadas ou géis evite sua contaminação utilizando a espátula (pazinha) que acompanha a embalagem. Após o seu uso, lave-a corretamente com água e sabão neutro, enxugando-a com papel toalha para depois reutilizá-la. Procure também evitar exposição ao sol.

5- Quando o volume total dos componentes da fórmula é maior do que a maior cápsula disponível torna-se, necessário dividir a dose unitária em duas ou mais cápsulas. Leia atentamente o rótulo antes de utilizar seu medicamento para saber quantas cápsulas compõem uma dose.

6- O tamanho das cápsulas depende do volume dos pós utilizados e pode variar de uma fórmula para outra. A cápsula não tem atividade farmacológica: é apenas um invólucro (revestimento) para o medicamento.

7- Cápsulas gelatinosas com aparência externa (tamanho e cor) podem variar de uma fórmula para outra de acordo com o procedimento utilizado na preparação, o que não interfere na dosagem e efeito do medicamento.

8- Para evitar problemas alérgicos, temos por norma somente utilizar cápsulas incolores.

9- Algumas matérias-primas são naturalmente coloridas e/ou tem odor forte e são evidentes mesmo quando misturadas com outras substâncias.

10- Não colocamos essência ou corante em fórmulas médicas a menos que indicado na receita ou que o cliente peça no momento de encomendar o medicamento.

11- Princípios ativos de origem vegetal, como as tinturas, têm a sua coloração natural variável de acordo com a época da colheita da planta e podem gerar variações na cor final do medicamento.

12- Medicamentos controlados pelo Ministério da Saúde, como os moderadores de apetite e calmantes, exigem a apresentação de novas receitas e/ou notificações que tem prazo de trinta dias a contar da data de emissão para serem manipulados. O rótulo do produto deve vir acompanhado de uma etiqueta vermelha, preta ou branca, conforme a classe terapêutica a que pertença o seu medicamento. Para manipular esse tipo de medicamento, a farmácia deve possuir uma licença especial concedida pelo Ministério da Saúde. O uso prolongado ou o abuso destes medicamentos poderá causar dependência física ou psíquica.

13- Evite o uso de bebidas alcoólicas no período em que estiver utilizando medicamentos.

14- Respeite os horários de administração dos medicamentos e nunca altere a posologia prescrita pelo médico.

15- Consulte seu médico a respeito de suas atividades físicas: saiba que alguns medicamentos podem causar sonolência e não se deve dirigir veículos ou operar máquinas durante o seu uso.

16- Em caso de gravidez ou lactação informe-se com seu médico sobre a necessidade de interromper, ou não, o uso do medicamento.

17- Não utilize medicamentos com o prazo de validade vencido.

18- O peso ou o volume dos medicamentos está discriminado no rótulo e independem da capacidade máxima as embalagens.

19- Medicamentos manipulados devem ser utilizados sob supervisão profissional: não repita recitas sem nova consulta. A boa relação médico-paciente é fundamental para o êxito do seu tratamento.

3) Vantagens do medicamento manipulado
1- Economia: O produto manipulado é prescrito pelo médico ou dentista na quantidade e dosagem exatas para o seu tratamento. Não há sobras, por isso, você paga somente pelo que vai utilizar.
2- Segurança: A farmácia de Manipulação segue normas de Boas Práticas de Manipulação determinadas pelo Ministério da Saúde. A qualidade das matérias-primas utilizadas e o processo de manipulação são rigorosamente controlados.
3- Associação de Medicamentos: Há doenças que precisam ser tratadas com vários medicamentos ao mesmo tempo. Quanto isto corre, para facilitar o tratamento, o médico ou o dentista pode prescrever uma fórmula manipulada que possibilite a associação de todas as substâncias necessárias.
4- Medicamentos para crianças e idosos podem ser preparados em cápsulas de tamanho especial ou em outras formas farmacêuticas como xaropes e supositórios, para facilitar sua administração.
5- Farmácias de manipulação podem preparar medicamentos sem conservantes, corantes, aromatizantes e perfumes, para pacientes alérgicos.
6- Medicamentos não-disponíveis: Alguns tratamentos requerem medicamentos que não existem mais no mercado. Neste caso, a farmácia de manipulação, tendo a matéria-prima disponível, poderá atender à prescrição, preparando o produto.
7- A dose certa para a pessoa certa: Somente na fórmula manipulada é possível prescrever doses diferenciadas que atendam às necessidades de cada paciente.
8- Rótulo personalizado: Os seus dados constam no rótulo do medicamento que foi prescrito para você, evitando riscos, como o de troca ou de consumo errado por outras pessoas.
9- Toda farmácia de manipulação tem a presença constante do farmacêutico para orientar o consumidor no uso correto de seu medicamento.
10- Relacionamento médico-farmacêutico: Sempre que necessário, o médico que prescreve o seu medicamento e o farmacêutico que o manipula mantêm contato para esclarecer casos de dúvidas e garantir a sua saúde.

4) Como agir perante o Médico
A receita médica tem de ser legível para você e para quem vai aviá-la, caso contrário, poderá induzir os erros. Portanto, você pode e deve recusar a receita que não consegue ler. Recuse receitas em códigos, com siglas ou nomes comerciais desconhecidos, como Fórmula G- 79 , Cápsulas Vitamínicas, Cápsulas Anti-Radicais Livres, etc.. Você tem o direito de saber o que irá consumir e escolher onde adquirir os seus medicamentos. Caso a medicação prescrita para você seja de uso contínuo e não contenha substância sujeita o controle pelo Ministério da Saúde,
Solicite ao seu médico que faça constar em sua receita uma das expressões: Uso contínuo, Tratamento por X meses, ou Repetir X vezes.
Alguns medicamentos são controlados pelo Ministério da Saúde e, por isso, necessitam notificações coloridas (azul ou amarela) ou receitas que ficam retidas na farmácia. Se for este o caso, exija a receita ou notificação do seu médico ou dentista. É seu direito. Somente assim as farmácias de manipulação poderão aviá-la.
Importante
Não compre produtos manipulados em consultórios médicos, clínicas de estética, SPAs ou academias.
O estabelecimento oficial e legal para a venda desses produtos é a farmácia.
Somente na farmácia você contará com a assistência farmacêutica necessária, prestada pelo profissional farmacêutico responsável pelo preparo do seu produto.
Se você tiver alguma dúvida, esclareça-a com o seu médico ou com a farmácia que manipulou o seu produto.
5) Como escolher a farmácia de manipulação
A farmácia deve oferecer-lhe a assistência farmacêutica. Portanto, verifique se o farmacêutico está presente. Ele é o profissional habilitado a dar-lhe a orientação correta sobre o seu medicamento.
 Exija um bom atendimento.
Observe a higiene do estabelecimento e de seus funcionários.
Exija pontualidade na entrega dos produtos.

6) Automedicação
Ao sentir algum problema, procure sempre o seu médico ou dentista. Ele irá avaliar adequadamente o seu caso. Cada organismo é diferente do outro e requer um tratamento específico. Portanto:
  Não tome medicamento por conta própria ou por indicação de um parente ou vizinho, nem recomende o seu medicamento a outra pessoa.
  Não repita a receita ou um tratamento que já utilizou anteriormente sem consultar o seu médico.
Os sintomas que você sente agora, embora possam ser semelhantes àqueles ocorridos, podem requerer um tratamento diferente.
 Só para Lembrar: Respeite o tempo de tratamento indicado pelo seu médico. Interromper ou estender a medicação por conta própria pode resultar em problemas à sua saúde.

7) Esclareça aqui suas dúvidas mais comuns
Pergunta - Por quanto tempo eu posso ficar com a receita sem mandar manipular os produtos?
Resposta - Caso não haja orientação específica do próprio médico ou dentista, a receita deve ser encaminhada imediatamente à farmácia.

Pergunta - Se eu tiver alguma dúvida sobre o medicamento manipulado, a quem eu devo recorrer na farmácia?
Resposta - Ao farmacêutico. Ele é o profissional habilitado para prestar-lhe assistência farmacêutica e dar-lhe a orientação correta.

Pergunta - Se eu não me adaptar ao medicamento prescrito, o que devo fazer?
Resposta - Procure imediatamente o seu médico ou o farmacêutico que manipulou o seu medicamento.

Pergunta - Eu posso guardar os medicamentos em geladeira?
Resposta - Guarde em geladeira somente o que for recomendado pela farmácia.

Pergunta - Se ficar grávida ou for amamentar, eu posso tomar medicamentos prescritos anteriormente?
Resposta - Se existir a possibilidade de estar ou ficar grávida durante o tratamento, informe ao seu médico. Ele irá orientá-la a respeito dos medicamentos. O mesmo processo deve ser adotado se você for amamentar.

Pergunta - Eu posso consumir bebidas alcoólicas, enquanto estou tomando medicamentos?
Resposta - Não. O álcool poderá diminuir ou aumentar a ação do medicamento, interferindo no seu tratamento.

Pergunta - Se eu esquecer de tomar o medicamento nos horários recomendados, o que devo fazer?
Resposta - Converse com seu médico ou farmacêutico, um dos dois poderá orientá-lo, de acordo com o tipo de medicamento.

Pergunta - Eu posso tomar mais de um medicamento ao mesmo tempo?
Resposta - Se você já estiver tomando algum medicamento, avise o seu médico no momento da consulta.

Pergunta - Eu posso aumentar a dose recomendada pelo médico, se a dor ou sintoma que estiver sentindo ficar mais forte?
Resposta - Não. Apenas o seu médico pode alterar a dose ou a posologia (modo de usar) recomendada.

Pergunta - Já estou me sentindo bem melhor, posso interrompera medicação?
Resposta - A medicação deve ser usada durante o período prescrito pelo seu médico, e somente ele pode autorizar a sua interrupção.

Pergunta - A farmácia de manipulação faz Medicamento Genérico?
Resposta - Não. Os medicamentos denominados Genéricos são fabricados por indústrias farmacêuticas e registrados no Ministério da Saúde, de acordo com a Lei n 9787/1999. No entanto, a farmácia de manipulação pode aviar qualquer medicamento, desde que prescreva para ser manipulado.

Pergunta - Utilizo o mesmo remédio há muito tempo. Posso mandar prepará-lo na farmácia de manipulação?
Resposta - Sim. Desde que o seu médico o prescreve para ser manipulado.

Pergunta - Mando manipular meu medicamento com frequência e percebo que nem sempre a cor das cápsulas é a mesma. Isso tem algum significado?
Resposta - A cor da cápsula é uma opção da farmácia e não interfere na qualidade do produto.

Pergunta - Ao solicitar a manipulação de um creme, xampu, loção ou xarope, percebo que, ás vezes, a embalagem não vem completa. A farmácia pode ter manipulado menos quantidade que a solicitada?
Resposta - Não. A quantidade prescrita pelo seu médico está de acordo com sua necessidade e, muitas vezes o volume indicado é menor do que a capacidade da embalagem.

Pergunta - Algumas vezes mando manipular o mesmo creme, xampu ou loção em farmácias diferentes e percebo que a cor, a consistência e o cheiro do produto variam de uma farmácia para outra. Por que ocorre essa diferença?
Resposta - Cada farmácia usa seu próprio método para manipular esses produtos, sem que isso interfira na sua ação.
Pergunta - Meu xampu está acabando e eu não posso retornar ao médico. Posso acrescentar água para que ele renda mais? Resposta - Não. Ao acrescentar água, você estará diluindo as substâncias ativas e diminuindo o efeito esperado do seu xampu.

Pergunta - Eu posso continuar tomando um medicamento que já passou do prazo de validade contido no rótulo?
Resposta - Não. O prazo de validade do medicamento deve ser respeitado.

Pergunta - Minha receita médica deve ser entendida por qualquer farmácia de manipulação?
Resposta - Sim, sua receita médica deve ser entendida por qualquer farmácia de manipulação. Quando isso não ocorrer, pode ser que se trate de uma prescrição em código. O uso de códigos, siglas, números e nomes arbitrários são proibidos pela legislação farmacêutica brasileira. No caso de prescrição em fórmula, a composição desta deverá sempre vir discriminada no rótulo.



Design
Todos os Direitos reservados a Oligo Farma - Oligo Farma
Desenvolvimento